27 de fevereiro de 2012

The Clock




"Para poder rir verdadeiramente devemos estar disponíveis para apanhar a nossa dor e brincar com ela."
(Charlie Chaplin)









Sim o tempo cura tudo, e neste caso não será excepção, desculpa por tudo por tudo de bom e de mau, desculpa até termos cruzado, mas eu não me arrependo de nada do que aconteceu porque tudo foi demasiado intenso foi sentido em cada célula do meu corpo estou feliz, apesar de tudo por ter acontecido e isso é que me faz sorrir. Não te odeio pois isso é desperdício de tempo, cabeça e sentimentos e acima de tudo prefiro guardas as boas memórias em vez de recordar as más essas ao longo do tempo apagam-se e simplesmente as boas ficam. O futuro reserva muita coisa e tenho a certeza que irão ser apenas coisas boas nas duas estradas. Não vou mentir há dor mas vou pegar nela e fazer com que tudo pareça mais leve do que aquilo é, como sempre fiz e sempre farei.

1 comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar